Propriedades dos campos

                As propriedades dos campos são definidas nos separadores Geral e Pesquisa quando estamos na vista de estretura de uma tabela, como demonstra na figura seguinte:  cada campo tem as suas próprias propriedades relacionadas com a opção da coluna do tipo de dados. Sempre que escolher uma propriedade do tipo de dado seleccionado, é apresentado – do lado direito – um conjunto de informações detalhadas sobre a propriedade em curso.

  As descrições que se seguem salientam as propriedades mais importantes do separador Geral:

Tamanho do campo: a propriedade Tamanho do campo permite determinar a quantidade de espaço disponível apenas nos campos com dados do tipo texto ou número.

Num campo de texto, esta propriedade específica o número máximo de caracteres que é permitido armazenar no campo. O valor predefinido é 50, mas este pode variar entre 0 e 255.

Num campo numérico o valor é escolhido a partir de uma lista pendente que determina o tamanho e o tipo de número que pode armazenar-se de acordo com a descrição já apresentada.

Formatar: A prpriedade Formatar determina a forma de apresentação dos dados no ecrã e na impressão.

Para números temos as propriedades  Geral, Moeda, Euro, Fixo com duas casas decimais. A opção Padrão possibilita duas casas decimais e separador dos milhares. Há ainda as opções Percentagem e Científica.

Nos campos com dados do tipo Data/Hora, pode optar por apresentar, por exemplo, a data como 30-junho-2009 ou 30/6/09 entre outros. Para a Hora temos 5:30 PM ou 17:30.

Casas Decimais: Esta propriedade permite escolher o número de casas decimais apresentadas pelo Access num campo com dados do tipo Número ou Moeda. Escolha um número específico de casas  decimais na lista pendente ou escolha Automático que é o valor predefinido.

Máscara de introdução para texto ou datas: Alguns tipos de dados permitem que seja definida uma máscara de introdução que ajuda a introduzir dados válidos num campo. Estas apresentam caracteres marcadores de posição que mostram o número de caracteres que é necessário introduzir – geralmente caracteres que são substituídos pelos caracteres que digita.

Incluem caracteres de separação para que não necessita de os escrever, por exemplo, o traço num código postal, e impedem a digitação da caracteres i ncorrectos como, por exemplo, uma letra quando está a introduzir um número de telefone ou de código postal.

                Para efeito o Access fornece um Assistência de máscaras de introdução para a ajudar a configurar uma máscara sem que seja necessário introduzir os códigos manualmente. 

por imagem

                Legenda: Se introduzir texto numa caixa de propriedade Legenda, o Access utilizará esse texto para rotular o campo. Se deixar esta propriedade vazia, o Access rotulará o campo utilizando o nome do campo.

                Esta propriedade permite-lhe alguma flexibilidade em termos de espaços entre palavras ou símbolos proíbidos no nome do campo.

                Valor predefinido: Se estiver a criar uma base de dados na qual existe um campo que contém, habitualmente, o mesmo valor, poderá atribuir esse valor a esta propriedade. Desta forma, sempre que criar um novo registo na sua base de dados, o Access incluirá automaticamente o valor no campo.

                Regra de Validação: Expressão que determina os conteúdos admitidos por esse campo, isto é, permitem limitar o que é aceite.

                Por exemplo, pode definir a expressão “> 9” para um campo quantidade, de forma a impedir que um utilizador efectue um pedido de encomendas inferior a dez unidades.

                Texto de validação: Mensagem escrita que queremos  que apareça no ecrã se a regra de validação não for cumprida.

                Devemos sempre emitir esta mensagem quando temos uma regra de validação. Caso contrário o Access emite uma mensagem pouco clara do que se pretende.

                Necessário: Se seleccionar Sim na caixa da propriedade Necessário, o Access exigirá a introdução de um valor no campo quando o registo for criado ou modificado. Se escolher Não, o campo poderá ser deixado em branco.

                Indexado: A indexação dos campos – ou criação de índices automáticos – acelera significativamente as operações de procura/pesquisa ou ordenação da informação, assim como as consultas levadas a cabo num campo. Um índice definido para um determinado campo duma tabela contém as referências desse campo e, assim, uma pesquisa por esse campo é mais rápida do que por um campo não indexado.

 A chave primária de uma tabela é automaticamente indexada. Seguem-se as opções disponíveis na lista pendente da caixa da propriedade indexado:

  • Sim (duplicação autorizada) – o campo será indexado, sendo possível introduzir o mesmo, isto é, um valor duplicado em mais de um registo acelerando a pesquisa de informação. 
  • Sim (duplicação não autorizada) – o campo será indexado sendo necessário introduzir no campo de um valor único para cada registo de forma a permitir que o índice consiga obter sempre um registo único com base nas informações contidas nesse campo – esta é a predefinição para um campo que esteja designado como sendo chave primária.
  • Não – o campo não será indexado. Esta é a predefinição para todos os campos com a excepção do designado como sendo a chave primária

 

Os campos Memo, Olé e Anexo não podem ser indexados. Para ver uma lista de todos os campos indexados de uma tabela, ou para modificar as características da indexação clicar no comando Índice do friso Estrutura.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: